Inter recebe o Vila Nova para garantir de vez retorno à elite 11 meses após queda

O Inter peregrinou por caminhos tortuosos ao longo de um 2017 atípico com a disputa da Série B até deparar com uma chance concreta de sacramentar o retorno à elite nacional. Neste sábado, o Colorado recebe o Vila Nova, no Beira-Rio, às 16h30, pela 35ª rodada da competição, a apenas uma vitória do acesso com garantia matemática. E a data carrega um emblema a mais, numa coincidência simbólica: a vaga na Série A de 2018 pode ser assegurada exatos 11 meses após o decreto do primeiro rebaixamento de sua história.

Em 2016, a campanha traumática de uma equipe comandada por quatro treinadores diferentes teve a queda como desfecho em 11 de dezembro. Na ocasião, o Colorado precisava vencer o Fluminense no Giulite Coutinho, em duelo válido pela última rodada do Brasileirão, e ainda contar com um tropeço do Sport contra o Figueirense ou do Vitória contra o Palmeiras. O Leão pernambucano venceu, ao passo que os baianos empataram. Pouco importa. O Inter ficou no 1 a 1 com o Flu e amargou o rebaixamento na 17ª colocação, com 43 pontos somados.

A queda reside em um passado ainda bem vivo no dia a dia colorado, mesmo após uma longa reformulação no elenco e 11 meses de certa turbulência com Antônio Carlos Zago e também com Guto Ferreira. Após penar com instabilidade nos primeiros dias de trabalho, o técnico atual até fez a equipe encarreirar uma sequência com 11 vitórias e duas derrotas em 13 jogos. A série alavancou o Colorado à liderança isolada da Série B, posto que passou a ser compartilhado após um novo momento de instabilidade.

Sem vencer há três jogos – sua pior marca na competição –, o Inter segue líder, mas com os mesmos 63 pontos do América-MG, segundo colocado. Ainda assim, mantém as chances de garantir o acesso antecipado neste sábado, graças aos resultados anteriores da rodada. Basta vencer o Vila Nova. Após o empate sem gols com o Juventude, o Oeste, quinto colocado, chegou a 57 pontos na tabela. Em caso de triunfo, o Colorado abre nove pontos de vantagem, com 66, a três jogos do fim, e conta com o número de vitórias para assegurar o acesso matemático. Neste cenário, ficaria com 19, contra 14 do Oeste.

Não à toa, o técnico Guto Ferreira convoca a torcida para a partida deste sábado. O treinador conta com o apoio massivo do torcedor para empurrar o Inter rumo a um triunfo. E não para por aí. O treinador almeja vencer para fazer a equipe recuperar o futebol que lhe rendeu a liderança isolada da competição.

– Eu gostaria de conseguir fazer de novo fortalecer a equipe para repetir nos quatro jogos finais uma sequência de quatro vitórias que, além do acesso, viria a cereja do bolo, que é o título. O torcedor do Inter, além de extremamente apaixonado, é muito inteligente. Ele jogará junto do primeiro ao último (minuto). Incentivará e será o 12º jogador. Vejo a torcida empurrando, fazendo um estardalhaço e um barulho para influenciar o adversário – afirma Guto Ferreira.

Neste sábado, o treinador não contará com Danilo Silva (desconforto muscular) e Víctor Cuesta (lesão na panturrilha esquerda). Mas guarda esperanças de ter Leandro Damião, também com desconforto muscular. O centroavante, tido como principal atleta do time, foi relacionado e será reavaliado antes da partida. Caso não atue, Carlos será o titular.

– Eu falei na última coletiva que achava o Damião a incorporação mais importante do ano para o nosso time. Ele encaixou no nosso time perfeito. Se ele não tem condições, nós temos outros. Tem o Carlos, tem o Nico. O treinador vai ver as opções se o Damião não jogar. É o funcionamento do time que vai suprir a ausência dele – afirmou D’Alessandro.

INTER X VILA NOVA – 35ª RODADA DA SÉRIE B

  • Local: Beira-Rio, em Porto Alegre
  • Data e horário: sábado (11), às 16h30 (horário de Brasília)
  • Escalação provável do Inter: Danilo Fernandes; Cláudio Winck, Léo Ortiz, Thales e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenílson, D’Alessandro, William Pottker e Eduardo Sasha; Carlos (Leandro Damião)
  • Desfalques do Inter: Víctor Cuesta, Danilo Silva, Klaus, Marcelo Lomba, Fabinho e Ernando
  • Pendurados do Inter: D’Alessandro, Cláudio Winck, William Pottker, Danilo Silva, Felipe Gutiérrez, Charles, Leandro Damião e Diego
  • Escalação provável do Vila Nova: Luis Carlos; Maguinho, Alemão, Wesley Matos e Gastón Filgueira; PH, Geovane, Alan Mineiro, Wallyson (Mateus Anderson) e Alípio; Tiago Adan (Lourency).
  • Trio de arbitragem: Dyorgines José Padovani, de Andrade, auxiliado por Fabiano da Silva Ramires e Vanderson Antônio Zanotti (trio do Espírito Santo)
  • Transmissão: SporTV (menos RS) e PFC

 

Fonte: globo.com