Jogadores têm maior parcela de culpa pelo mau momento do Inter, reconhece Camilo

Os quatro jogos seguidos sem vitória do Inter na Série B custaram o emprego de Guto Ferreira. Apesar da saída do técnico, os jogadores reconhecem que também têm “culpa” pelo momento de irregularidade do Inter na reta final da competição. Se tivesse vencido qualquer uma das partidas contra Ceará, CRB, Luverdense ou Vila Nova estaria classificado para Série A, mas agora pode subir até com um empate contra o Oeste.

“Ambos têm a responsabilidade, mas a maior parcela é nossa (jogadores), pois nós é que entramos em campo. Isso é nítido no futebol. Temos que aproveitar essa situação e nos apegar até onde nós chegamos neste momento. Precisamos de um ponto ou uma vitória para conseguir o acesso”, declarou Camilo.

primeiro treino com o interino Odarir Hellmann deu nova motivação para o meia, que atuou na vaga de D’Alessandro. E em três funções diferentes. Na primeira, aberto pela lateral. Na segunda, centralizado e ainda como companheiro de Pottker no ataque. Camilo gostou do trabalho, das instruções do técnico e da liberdade que ganhou.

“São situações de jogo, pensando no adversário. O Odair teve uma conversa muito franca com todo o grupo. É um cara que conhece, tem todo o respeito e uma visão muito boa de jogo. Me sinto confortável para poder ajudar a equipe neste momento. Em ambas as situações, ele deu muita liberdade para fazer o que eu sei de melhor. E foi assim com os outros jogadores”, afirmou o meia.

O Inter viaja na tarde desta segunda-feira para Barueri. O jogo contra o Oeste ocorre nesta terça-feira, às 20h30min, na Arena da cidade paulista.

Relacionados Inter x Oeste
G: Danilo Fernandes e Marcelo Lomba
L: Alemão, Cláudio Winck, Iago e Uendel
Z: Fábio Alemão, Léo Ortiz e Thales
M: Camilo, Charles, D’Alessandro*, Edenílson, Gutiérrez, Dourado e Sasha
A: Carlos, Diego, Nico López, Roberson e Pottker
*suspenso, viaja