Seijas não deve ser aproveitado pelo Inter

Tudo indica que Luis Manuel Seijas fará companhia a Anderson e treinará no CT de Alvorada a partir de janeiro. Contratado em 2016, o ano do rebaixamento, ele engrossa a lista dos jogadores que custam caro aos cofres colorados, mas estão completamente fora dos planos do clube.

Seijas cumpriu um ano de empréstimo na Chapecoense. Porém, nem lá, onde a pressão é bastante menor, o meia venezuelano conseguiu firmar-se. No Brasileirão, jogou apenas 18 partidas e foi substituído em quase todas. Não marcou gols. Ele não entra em campo desde setembro, quando esteve no time que acabou derrotado pelo Cruzeiro, em casa, por 2 a 1. Nesta partida, ele foi substituído aos 16 minutos do segundo tempo.

A pessoas próximas, Seijas confidenciou que gostaria de receber novas chances no Inter. Ele chegou em 2016 e, durante a crise que levou o time ao rebaixamento, até destacou-se em alguns jogos. Marcou gols e mostrou garra. Mas também não conseguiu manter-se como titular com nenhum dos três treinadores que passaram pelo clube no segundo semestre daquele ano.

Os dirigentes colorados, entretanto, esperam que o bom cartaz do jogador na Colômbia, onde atuou com algum destaque no Independiente Santa Fe, traga alguma proposta daquela país. É uma esperança. O que pode atrapalhar uma possível negociação é o salário de Seijas, que é incompatível com os padrões da Colômbia. Ele tem contrato com o Inter até junho de 2019.

 

Fonte: correio do povo