Apresentado, Patrick faz careta e rebate críticas ao peso: “Tirem as conclusões”

Patrick mal desembarcou em Porto Alegre e já teve de lidar com uma polêmica, logo em seu primeiro dia no Inter. O volante viu uma foto sua aparentando estar acima do peso viralizar nas redes sociais e circular em grupos de WhatsApp com críticas a sua forma física. E reagiu à situação com bom humor. Apresentado como reforço colorado, com vínculo por duas temporadas, nesta sexta-feira, o volante deu sua versão sobre a imagem, com descontração.

Após vestir a camisa 88, recebida das mãos do vice de futebol Roberto Melo, o atleta se divertiu ao ser questionado sobre o episódio. Inicialmente, fez uma careta, inflando as bochecas, aos risos. Depois, tratou de afirmar que a câmera estava “ruim” e ainda desafiou torcedores e internautas a tirar suas “próprias conclusões”.

Patrick, aliás, já havia dado uma resposta sobre o tema polêmico na última quinta-feira, ao postar no Twitter uma foto sem camisa de seu último dia de férias, com a legenda #faladorpassamal .

– Eu acho que férias são férias. A gente vai pra descanar, curtir a família. Lógico que a gente não exagera. Quando fizeram a imagem, a câmera estava um pouco ruim. A tela estava… Sei lá. Eu postei o último dia das férias (no Twitter). Vocês tirem as conclusões. É sempre bom a gente chegar e dizer que não estamos aqui só pra ajudar. Foram tirar o sarro, eu dei a resposta. Só isso – afirma o o reforço colorado.

Polêmicas à parte, o volante falou, claro, sobre futebol. Polivalente, com capacidade de atuar na posição habitual, na lateral e até mais adiantado no meio-campo, o atleta leva a versatilidade para brigar por um posto no time titular. Até porque seu setor está inflado com os titulares Rodrigo Dourado e Edenílson, além de Charles, Gabriel Dias e Fabinho. O clube ainda tenta a contratação de Rithely, seu ex-companheiro no Sport. No treino desta sexta, inclusive, Patrick foi utilizado como meia pelo técnico Odair Hellmann.

– Ele disse que a princípio, me usaria naquela posição, mas sabe que eu faço outras funções, se precisasse dentro da partida, quando tiver que entrar, ele sabe que vou fazer bem o lado esquerdo. Me deixou bem à vontade para fazer o trabalho. (Sobre a disputa por posição) São jogadores de qualidade. Não à toa, estão vestindo a camisa do Inter. Eu sou canhoto. A gente vai fazer disputa sadia. Sempre visando o melhor do clube. Eu também não jogo só de volante. Faço outras funções. Isso também pode ajudar – disse o jogador.

Canhoto, Patrick chega para suprir uma carência no meio-campo, em especial após a liberação de Felipe Gutiérrez, que retornou de empréstimo ao Real Bétis, da Espanha. O volante também poder atuar como lateral-esquerdo. O jogador de 24 anos iniciou sua carreira pelo Operário, do Paraná, em 2011, e rodou por diversos clubes – entre eles, o Caxias – até chegar ao Goiás, em 2015. O atleta deixou o Esmeraldino na metade do ano para defender o Sport, por empréstimo. Na temporada, atuou em 37 jogos, com três gols marcados pelo Leão.

Fonte: globo.com