Damião e Roger brilham, e Inter goleia o Lajeadense no 1º teste em 2018

A amostra inicial ainda é reduzida, mas o primeiro Inter de Odair Hellmann deixa uma primeira impressão para lá de promissora. Neste sábado, o treinador rodou o elenco, com minutos a quase todos os jogadores, e viu seus comandados aplicarem 8 a 0 no Lajeadense em jogo-treino que serviu de primeiro teste ao Colorado antes da estreia no Gauchão.

E a tarde foi de brilho dos artilheiros. Leandro Damião abriu o placar, e Roger pediu música ao balançar as redes três vezes. Víctor Cuesta, Patrick, Cláudio Winck e Marcinho fecharam a goleada colorada no CT do Parque Gigante.

Neste sábado, o Inter abriu o jogo-treino com sua formação titular, presente sem alterações durante a primeira hora de partida. Odair escalou o time com: Danilo Fernandes; Dudu, Klaus, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenílson, William Pottker, D’Alessandro e Camilo; Leandro Damião.

E o time principal logo tratou de levar a cabo os principais conceitos e orientações repassados pelo treinador nos dias de trabalho. Na rua, às margens do CT do Parque Gigante, cerca de 300 torcedores acompanharam a atividade, com gritos de incentivos a todos, com direito a “o campeão voltou”… A exceção foi Paulão, que foi rotulado até de “pior zagueiro do Brasil” nos cânticos da torcida.

O Colorado dominou o primeiro dos quatro tempos de 30 minutos do início ao fim, sem correr risco algum contra o Lajeadense. Disposta no 4-4-2 sem a bola, com D’Ale ao lado de Damião, a equipe conseguiu marcar alto, com intensidade, e foi capaz de dificultar a saída de bola rival e até provocar erros e chances no contra-ataque. Numa delas, Edenílson serviu o centroavante, que chutou pra fora.

Com a posse, o Inter rodou bastante a bola em seu campo de defesa, até abrir espaços pra infiltrações e passes verticais. A equipe levou perigo, de fato, pela esquerda, com cruzamentos e lançamentos. Primeiro, Pottker foi lançado dentro da área e chutou sobre o goleiro. Depois, Uendel apareceu na frente e cruzou na cabeça de Damião, que mandou na trave.

Sob forte sol à beira do Guaíba, os titulares reduziram a intensidade na marcação sob pressão na segunda etapa, e até cederam mais espaços ao Lajeadense, mas não a ponto de perder o controle da partida – longe disso.

Mesmo mais desgastado, o Inter encaminhou a vitória na segunda etapa. Aos 20, Camilo recebeu de D’Alessandro na cobrança curta de escanteio e cruzou na cabeça de Damião. Mais tranquilo, o Colorado seguiu trabalhando a bola, até Cuesta fazer as vezes de atacante. Aos 27, o zagueiro fez o desarme no meio-campo e tabelou com D’Ale para sair na cara do goleiro é apenas deslocá-lo.

No terceiro tempo, os reservas foram a campo no 4-1-4-1 com: Cláudio Winck; Danilo Silva, Thales e Iago; Charles, Marcinho, Gabriel Dias, Nico López e Patrick; Roger. E ampliaram – e como – o placar.

Roger logo marcou duas vezes, em seu habitat natural, a área. Primeiro, aproveitou cruzamento de Gabriel Dias e estufou as redes, de cabeça. Depois, recebeu na marca do pênalti e finalizou de pé direito. No minuto seguinte, Patrick recebeu dentro da área, driblou o goleiro e fez o gol. Por fim, Winck cobrou falta com perfeição para anotar o sexto.

Não parou por aí. Odair ainda rodou o time, com os ingressos de Paulão, Ruan, Juan, Ronald e Fernandinho nas vagas de Danilo Silva, Cláudio Winck, Charles, Marcinho e Nico López. E ainda assim, o Colorado voltou a marcar. Juan fez o desarme e serviu Roger, que marcou o sétimo, seu terceiro na atividade. No finalzinho, Marcinho ainda fez mais um e fechou a goleada, ao aproveitar cruzamento.

Após o jogo-treino deste sábado, o elenco colorado recebe folga no domingo e se reapresenta na segunda-feira. O Inter faz sua estreia no Gauchão na próxima quinta-feira, às 19h30, no Beira-Rio, diante do Veranópolis.

Fonte: globo.com