Atuações: Patrick e D’Ale brilham com gols; Dourado falha e quase compromete vitória

Após 21 dias sem jogos oficiais, o Inter enfim voltou a campo para enfrentar o Vitória no Beira-Rio, pela partida de ida da quarta fase da Copa do Brasil. E com boa dose de luta para sair com o triunfo por 2 a 1 diante de seu torcedor. Nesta quarta-feira, o Colorado saiu na frente, com gol de Patrick, mas cedeu o empate graças a um erro grave de Rodrigo Dourado no lance do gol rival, anotado por Denílson. Coube a D’Alessandro marcar o tento salvador em cobrança de falta no final da partida.

Patrick
Foi a principal peça ofensiva da equipe no primeiro tempo, com profundidade e intensidade para abrir espaços pela esquerda. Não à toa, marcou o gol que abriu o placar, ao aparecer dentro da área para finalizar após jogada coletiva. Caiu de rendimento – como a equipe de maneira geral – no segundo tempo. Mas se consolida cada vez mais como um dos principais jogadores do Inter neste início de temporada. Nota: 7,5.

D’Alessandro
O gringo viveu noite de atuação abaixo de sua média pessoal. E ainda assim foi decisivo. Num último suspiro de esperança, o argentino marcou o gol da vitória colorada em cobrança de falta, ao contar com falha do goleiro rival. Nota: 7,0.

Rodrigo Dourado
Comprometeu o resultado com um erro grave, ao tentar uma inversão de bola em frente à área e entregar nos pés do rival Rhayner no lance que originou o gol rival, anotado por Denílson. De resto, teve atuação protocolar na saída de bola e pouco contribuiu ofensivamente com a equipe. Nota: 4,0.

> Confira as notas:

Marcelo Lomba [GOL]: 5,5
Fabiano [LAD]: 5,5
(Brenner [ATA]): 5,5
Rodrigo Moledo [ZAG]: 6,5
Víctor Cuesta [ZAG]: 5,5
Iago [LAE]: 6,0
Rodrigo Dourado [VOL]: 4,0
Edenílson [VOL]: 6,0
Patrick [VOL]: 7,5
Rossi [MEI]: 6,5
(Nico López [ATA]): 6,0
D’Alessandro [MEI]: 7,0
Roger [ATA]: 6,0
(William Pottker [ATA]): 6,5

Fonte: globo.com