Na mira do Inter, zagueiro gringo torce por parceria com Cuesta e D’Ale: “Seria lindo”

Em busca de opções ao elenco de Odair Hellmann para o Brasileirão, o Inter tem em sua lista de nomes no mercado o zagueiro Bruno Bianchi, que defende o Newell’s Old Boys, mas pertence ao Atlético Tucumán, ambos da Argentina. E o Colorado conta com o desejo do atleta de vestir suas cores como trunfo para selar sua contratação – até o momento, a diretoria trata de seu empréstimo com o empresário do atleta.

Em contato com o GloboEsporte.com por mensagens telefônicas, o gringo confirmou as tratativas, conduzidas por seu agente, Roberto San Juan, e não escondeu a vontade de defender um “grande clube da América”. Em especial, por encontrar em solo gaúcho os conterrâneos Víctor Cuesta e D’Alessandro.

– Seria muito lindo jogar no Inter, é um grande clube da América, com grandes jogadores. Meu representante está lidando com a negociação. Tenho muita vontade de ir para o Inter – disse Bianchi.

A presença dos compatriotas, aliás, é vista como facilitador de uma eventual adaptação ao clube gaúcho. Além dos argentinos, o Colorado conta ainda com o uruguaio Nico López entre os gringos do elenco principal

– É bom para mim que eles estejam no clube para que eu possa me adaptar mais rápido – comentou.

Revelado pelo Estudiantes de La Plata, Bianchi já passou por Universidad San Martín (Peru), Palestino (Chile), Lemona (Espanha), além dos argentinos Douglas Haig e Union Santa Fé, antes de chegar ao Tucumán. No currículo, três taças: campeão argentino pelo Estudiantes em 2007, campeão da quarta divisão pelo Douglas Haig, em 2012, e da segunda pelo Tucumán, em 2015.

Natural de San Nicolás, Bianchi é zagueiro pela direita, mas também pode atuar pela lateral direita. Mede 1,84m e participou de 17 partidas pelo Campeonato Argentino. Levou sete cartões amarelos e anotou um gol até o momento. Ele pertence ao Atlético Tucumán, onde se destacou nas últimas temporadas, e atualmente está emprestado ao Newell’s.

Fonte: globo.com